Dez Maneiras de incluir o Óleo de Coco ultra-concentrado no dia-dia

É bem provável que você já conheça este que é um dos mais incríveis alimentos da Natureza: O Óleo de Coco Concentrado.

Existem muitos motivos (e maneiras) para se acrescentar este ingrediente tão nobre na alimentação diária. Este artigo detalha alguns de seus benefícios e 10 maneiras diferentes para utilizar este alimento super energético.

O óleo de coco concentrado reúne apenas o que há de melhor no óleo de coco: os TCM (triglicérides de cadeia média). Para se obter um litro de óleo de coco concentrado são necessários cerca de seis litros do óleo de coco comum! Ou seja, em uma colher das de sopa deste concentrado temos o equivalente energético de seis colheres das de sopa do óleo… porém com as mesmas calorias.

Abordo os TCM em detalhes neste artigo.
O principal destaque desta qualidade especial de óleo é sua capacidade de absorção muito fácil e rápida, em questão de cinco minutos.

Ele ajuda o corpo a produzir energia cetogênica como nenhum outro alimento. Isto é ótimo para uma rápida adaptação à queima de gorduras como fonte de energia, para saúde do cérebro, para o vigor dos músculos e para a longevidade, conforme estudos apontados no fim deste artigo.

Existem estudos relacionando o uso de um bom óleo de coco concentrado com a redução dos sintomas de Alzheimer e outras doenças neurológicas.

Dentre os quatro tipos de TCM presentes no óleo de coco, os mais efetivos para propiciar estes incríveis benefícios são o ácido cáprico (C10) e o ácido caprílico (C8). A estrutura destas moléculas é muito semelhante, assim como sua absorção e efeitos no organismo.

Combinar o C8 e o C10 resulta num fornecimento de energia rápido e também duradouro, diferente de quando o C8 está isolado. Ou seja: a versão do TCM que combina ambos (C8 e C10) é a combinação ideal, e qualquer outra afirmação diferente disto é ausente de comprovação científica e empiricamente verificável como inverdade. 

Por este motivo, quando fui escolher o TCM da Puravida, que batizamos de “Lótus de Coco” (simbolizando a essência prima, a flor do que o coco tem de melhor) escolhi um blend de C8 e C10. 

Considero o óleo de coco concentrado um alimento imprescindível para a minha excelência pessoal, e faço uso diário dele. 

Como a água, ele não tem sabor, e por isso não cansa. 

Pode ser que você já tenha colocado óleo de coco ou TCM no seu café para acrescentar cremosidade e se beneficiar de suas propriedades benéficas. 

Mas existem vários outros usos, desde molhos culinários à inúmeros tipos de bebidas, abrangendo propósitos diversos. 

A dieta cetogênica está sendo bastante divulgada e praticada, devido aos seus benefícios comprovados para o metabolismo e a cognição, contribuindo para o emagrecimento e a melhora de inúmeras desordens, como diabetes, epilepsia, Alzheimer, dentre outras. 

Esta dieta consiste numa alimentação com o teor drasticamente reduzido de carboidratos e alto teor de gorduras, de modo que o corpo comece a utilizar a rota metabólica de queima de gordura e entre num estado metabólico chamado de cetose, em que o organismo utiliza de modo eficiente a gordura como fonte de energia e produz corpos cetônicos, mantendo o nível de glicose e insulina baixos e estáveis. 

No entanto, quando alguém começa uma dieta cetogênica, leva alguns dias para que o corpo se acostume a queimar gordura – ao invés de açúcar – como combustível. Pode haver um período de fraqueza, desânimo e indisposição ou do que se convencionou chamar de “gripe cetogênica”, até que o corpo se adapte nessa rota metabólica e passe a queimar gordura, produzindo cetonas como energia. Pode levar de alguns dias até duas semanas para que os fantásticos e esperados benefícios apareçam.

Mas você não precisa passar por isso: o Lótus de coco ajuda seu corpo a produzir cetonas, antes mesmo deste período de transição se completar e mesmo que você não siga esta dieta, fornecendo ao corpo e ao cérebro energia de primeira qualidade. 

Como acontece com qualquer alimento ou produto, os TCM disponíveis no mercado variam grandemente de qualidade e composição. Ao longo deste artigo cito o Lótus de Coco, pois acredito ser este a melhor opção do Brasil (e do mundo). Por alguns motivos: 

  • O Lótus de Coco é extraído exclusivamente de óleo de coco de produção sustentável, e não de óleo de palma, como ocorre com grande parte dos TCM comercializados. As plantações para a produção do óleo de palma na Ásia contribuem enormemente para a destruição de florestas tropicais e para dizimação de populações de orangotangos. 
  • Quase todas as empresas utilizam solventes ou alvejantes para purificar e desodorizar o óleo de TCM, o que pode deixar resíduos químicos no produto final. No Lótus de Coco é utilizado apenas argila para esta finalidade. 
  • O Lótus de Coco é triplamente destilado e testado em laboratório quanto à sua pureza. Nenhum C12 ou solvente – nenhum elemento traço. É 100% TCM de primeira qualidade sendo 80% de C8 e 20% de C10.
  • Sua embalagem é livre de bisfenol, BPS e qualquer outro resíduo nocivo. 

 

Por ajudar a promover e intensificar o estado de cetose, vale a pena adicionar o Lótus de Coco em diferentes ocasiões ao longo do dia. Confira aqui dez maneiras de usá-lo: 

NO MOLHO DE SALADA

Molhos de salada industrializados são geralmente cheios de conservantes, contendo também óleos de péssima qualidade e açúcar. Não importa qual a sua dieta – faça o seu próprio molho. 

Uma vez que o Lótus de coco não tem sabor, você pode utilizá-lo para incrementar suas preparações caseiras e conferir uma textura agradável à sua receita de molho favorita. 

E, é claro, se beneficiar dos corpos cetônicos, sempre bem-vindos. 

PARA FAZER MANTEIGA COMPOSTA

Vegetais assados e ingredientes diversos cobertos com uma manteiga composta herbal ficam simplesmente deliciosos. Tenho certeza de que ao começar a fazer sua própria manteiga composta, você irá querer colocá-la em tudo! 

Para fazer é bem fácil: amoleça um pouco de manteiga (idealmente de vacas que se alimentaram de capim) e misture com ervas picadas de sua preferência e sal natural até que a mistura fique homogênea. 

Misture um pouco de Lótus de Coco enquanto a manteiga ainda está mole para obter uma manteiga macia. Na medida certa, ela continua podendo ser espalhada, mesmo estando sob refrigeração. Comece com ¾ de xícara de Lótus de Coco para 1 xícara de manteiga, e adicione mais se gostar dela mais mole. Faça de vários sabores. Dura até três meses em geladeira. 

PARA BAIXAR A CARGA GLICÊMICA DOS CARBOIDRATOS

A gordura o mantém saciado por mais tempo. Você comerá menos se trocar grãos processados, carboidratos vazios e açúcar por gorduras de qualidade. A razão disso? O índice glicêmico. 

Essa é uma medida que mostra a velocidade com que cada alimento afeta o teor de açúcar no sangue. Alimentos de baixo índice glicêmico afetam menos a glicemia sanguínea, e um índice elevado significa que este aumenta muito e rapidamente o teor de açúcar no sangue. 

Para ilustrar: lembra quando você começava o dia com uma tigela de cereal doce e leite desnatado? Esta escolha é uma receita para o fracasso. Todos esses carboidratos atingem seu sistema de uma vez, e são rapidamente convertidos em glicose. 

O corpo não tolera níveis altos de açúcar na corrente sanguínea, e a insulina entra em ação para direcionar o açúcar para onde for necessário, acumulando o excesso em suas células ou armazenando-a como gordura corporal. 

Um pico na taxa de açúcar sanguíneo gera um pico de insulina para retirar o açúcar do sangue, com isso, rapidamente seu cérebro recebe o sinal que não há combustível suficiente. Em pouco tempo, você irá procurar por mais alimento. 

A ativação da insulina repetidamente por longos períodos leva facilmente à um quadro de resistência insulínica, que está relacionado à inúmeros distúrbios de saúde, e posteriormente pode levar à diabetes tipo 2. 

Uma solução é evitar carboidratos de modo geral, selecionando vegetais de baixo amido e carboidratos de boa qualidade, que tragam junto fibras e nutrientes, pois uma dieta de baixo carboidratos mal feita também pode prejudicar o intestino e outros aspectos do metabolismo, dependendo da individualidade. 

Outra solução muito legal é uma dieta low carb (ou cetogênica) cíclica, em que se consome maior quantidade de bons carboidratos em um ou dois dias da semana. 

Doces e carboidratos processados são especialmente pobres em nutrientes e com elevado índice glicêmico, causando mais facilmente os desequilíbrios citados acima. 

Gorduras saudáveis irão atenuar o índice glicêmico pois retardam a digestão dos carboidratos e a liberação de glicose no sangue ocorre mais lentamente. Assim, a insulina será liberada de maneira mais regular. O resultado é um nível de energia constante, ao invés dos altos e baixos do açúcar que podem resultar em oscilações de humor e compulsão alimentar. 

Nos dias em que consumir mais carboidratos, adicione o Lótus de Coco. Pode ser no arroz, na batata-doce, na mandioca, etc. 

PARA TORNAR O JEJUM INTERMITENTE MAIS FÁCIL

Quando se começa a praticar o jejum intermitente, ocorre um período de ajuste. 

Se o seu corpo está acostumado a receber alimento logo pela manhã e isso não ocorre, ele começa a soar o alarme da fome. E isso incomoda. Mas, depois de alguma experiência, o organismo irá confiar que receberá tudo de que precisa, mas em um momento posterior do seu dia. 

Uma excelente estratégia para manter seus níveis de energia e suprimir o desconforto da fome é justamente a ingestão de gorduras, especialmente o Lótus. 

Assim você pode continuar ativo e energizado, sem se preocupar com a comida até que chegue a hora de se alimentar. 

Gordura pura não o tira da cetose como os carboidratos e as proteínas. De fato, ela faz justamente o contrário – é convertida em cetonas rapidamente, que seu corpo utiliza como energia. Assim, o óleo MCT irá otimizar seu estado de jejum para um período prazeroso de foco e produtividade. 

Adicione uma colher de sobremesa (ou mais, se estiver acostumado) de Lótus de Coco à sua água com limão matinal para se manter energizado e focado até a hora do almoço. 

Uma opção que pode ser ainda mais interessante é o bulletproof coffee, que falo a seguir. 

NO BULLETPROOF COFFEE

O Lótus de Coco é um ingrediente-chave no Bullet Coffee, que quando tomado pela manhã o mantém saciado e focado por longas horas. 

A receita padrão (criada por um executivo do Vale do Silício, baseado no costume tradicional do Tibet de adicionar manteiga de Yaque ao chá) é 1 xícara de café 1 colher de sopa de Lótus de Coco, 1 colher de sopa de manteiga sem sal (ou de ghee, ou de manteiga de cacau). Liquidificar e servir. 

 

EM CHÁS

Caso você não goste ou não se dê bem com café, você pode substituí-lo por outras bebidas, como chás.

Com o matchá ou o chá verde fica muito bom.

NA BEBIDA ESPORTIVA CASEIRA

Pesquisas mostram que os TCM podem ajudar no desempenho atlético. De acordo com os cientistas, ao utilizar os TCM como combustível, você poderá se exercitar de maneira intensa sem que se sinta fraco após usar o açúcar no sangue. 

Em um estudo feito com camundongos, os pesquisadores notaram que os animais que consumiam TCM antes de tarefas de resistência tinham um melhor desempenho, porque tinham maior número de mitocôndrias em suas células. As mitocôndrias são as organelas celulares responsáveis pela produção de energia a partir dos alimentos consumidos. 

Água com Lótus de Coco é uma maneira boa de se hidratar e fornecer energia rápida ao corpo. 

Pode ser consumida como uma bebida pré -treino para fornecer energia ou pós-treino para recarregar e hidratar. 

 

PARA AJUDAR VOCÊ A OBTER GORDURA SUFICIENTE NA DIETA CETOGÊNICA

Quando as pessoas começam a dieta cetogênica ou low carb, uma preocupação comum é: como vou obter gordura suficiente? 

Se você sai de uma dieta padrão ou com baixo teor de gorduras, pode ser um desafio, a princípio, encontrar gordura de boa qualidade em quantidade suficiente para se alimentar e fornecer energia de modo consistente. 

A boa notícia é que o Lótus de Coco é incolor e insípido, e intensifica o sabor de quase tudo. Ao adicionar uma colher de sopa ao seu prato, você estará ingerindo 14 gramas de TCM com alto poder de saciedade ao seu dia. 

Fazendo isso em uma ou duas refeições você irá atender à quase todas suas necessidades lipídicas, sem esforço. 

 

MISTURADO A BEBIDAS NUTRITIVAS

Selecionando de modo inteligente e equilibrado os ingredientes de um smoothie, ele poderá mantê-lo saciado por mais tempo. Se você utilizar frutas doces, certamente depois de uma ou duas horas o açúcar no sangue baixa e a fome reaparece. 

Se você fizer um smoothie low carb com gorduras boas e proteína de qualidade, permanecerá satisfeito e focado por horas e horas. 

Devido ao sabor neutro, o Lótus não irá atrapalhar no sabor do seu smoothie, adicione uma colher de sopa à sua receita de smoothie favorita e misture. Para ter um resultado mais próximo à textura de um sorvete, use menos líquido para torná-lo mais espesso, e sirva numa tigela. 

COMO UM ÓLEO CARREADOR PARA OS ÓLEOS ESSENCIAIS

Os óleos essenciais são superconcentrados e fortes demais para serem aplicados puros. O Lótus de Coco é excelente como veículo de diluição para os óleos essenciais, é leve e rapidamente absorvido pela pele, facilitando a aplicação e absorção dos óleos essenciais. 

O Lótus de coco é tão versátil que fará com que você se acostume facilmente com ele. 

Ele permanece líquido mesmo em temperaturas baixas e em bebidas geladas e também resiste bem a temperaturas altas podendo ser usado para cozinhar, refogar, etc. 

Há infinitas possibilidades de uso.

 

Estudos e Referências:

https://flaviopassos.com/o-melhor-oleo-da-natureza
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17332207
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8696422
https://www.sciencedirect.com/topics/medicine-and-dentistry/mitochondrial-biogenesis
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0026049515003340
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2633336/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11581442
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1819381/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2367001/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14525681
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14769483
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14769489
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16318637
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15767618
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1278601
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20687386
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21983804

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.