Ghee versus Manteiga: Qual é o Melhor?

Ghee é uma forma clarificada de manteiga que é bastante popular na culinária indiana e também do Sudeste Asiático há milhares de anos. Tem inúmeros benefícios, incluindo maior densidade nutricional do que a manteiga e mais versatilidade ao ser usado na cozinha.

Será que o ghee de vacas criadas soltas (grassfed) é melhor do que a manteiga deste mesmo tipo de animais? Nem sempre. Dependendo da situação, convém usar o ghee em vez da manteiga, ou vice-versa. Ambos são excelentes, e convém ter os dois na sua cozinha.

Abaixo, você aprenderá mais sobre o ghee – o que é, o que ele faz por você e como pode usá-lo.

 


 

Ghee é mais rico em nutrientes do que a manteiga

Um ghee de qualidade ideal tem uma coloração amarelo alaranjada forte que reflete seu alto teor de vitamina A. Também contém boa dose das vitaminas D, E e K, e tem duas vezes mais ácidos graxos de cadeia curta e média do que a manteiga. Além disso, o ghee contém mais butirato, uma gordura anti-inflamatória que mantém seu intestino e metabolismo em boa forma [1].

O Ghee da Puravida é particularmente rico em nutrientes porque vem de vacas criadas soltas, que comem capim. Vacas que comem ração de milho e soja transgênicas não apenas poluem seu sangue, sua gordura e seu leite com resíduos de pesticidas, mas geram manteiga de qualidade bem inferior, com densidade nutricional e perfil de ômegas bem diferente do que seria natural e ideal.

 


 

Ghee virtualmente não contém caseína ou lactose

A manteiga é quase que gordura pura, mas ela tem vestígios de caseína e lactose, as duas partes lácteas que com frequência causam alergias. A caseína é o que dá aquela maravilhosa cremosidade esbranquiçada à manteiga. Mas alguns organismos tem problemas com a a caseína.

O ghee possui apenas microtraços de caseína nem lactose, significando que mesmo pessoas muito sensíveis a laticínios podem comê-lo normalmente (mas não os alérgicos). Ele se mistura bem ao Bulletproof Coffee (veja receita abaixo) e é um bom substituto para a manteiga na maioria das receitas, embora seja mais gorduroso do que a manteiga e possa alterar ligeiramente a consistência de um prato.

 

O ghee é ótimo para ir ao fogo

O ponto de fumaça determina até qual temperatura você pode cozinhar uma gordura antes que ela oxide e se transforme em algo nocivo. A manteiga oxida a 176ºC porque a caseína e a lactose começam a queimar. O ghee, por outro lado, é uma das gorduras mais estáveis de que se tem notícia. Pode ser aquecido a 250ºC, sendo ideal para frituras ou para assados – muito melhor do que a manteiga ou o azeite de oliva. Neste sentido, é melhor para cozinhar que o Óleo de Coco, uma segunda excelente opção.

O ghee tem um aroma com traço de nozes e tem um gosto mais amanteigado que a própria manteiga. Mistura-se bem a temperos fortes, razão pela qual é um alimento básico na culinária indiana e tailandesa. O ghee também extrai sabores solúveis em gorduras e nutrientes dos condimentos quando colocados juntos ao fogo. É ideal para curries, molhos e outros pratos de cozimento lento ou brando. É também ótimo quando espalhado sobre vegetais com um pouco de sal.

E você não precisa levá-lo à geladeira. Mantém-se bem se armazenado fora da geladeira e dura dezenas de anos. Sim, dezenas de anos.

 


 

Como o ghee é feito?

É relativamente fácil. Ao cozer a manteiga em fogo bem baixo por um tempo, a água e as proteínas lácteas sobem, e a gordura pura e clarificada fica no fundo. Retire com uma escumadeira a água e a proteína e restará o ghee – uma forma concentrada e clarificada de manteiga.

Você pode tentar fazer seu próprio ghee em casa. Comece com uma manteiga de alta qualidade de vacas criadas soltas e que comem capim. Procure por esta qualidade, faz a diferença. Você consegue isto comprando de pequenos produtores ou sítios. É o que fazemos.

Cozinhe em fogo brando a médio por 15-20 minutos, então deixe esfriar por 2-3 minutos. Escorra a água e passe a proteína e a gordura restantes por uma peneira de tecido queijeiro de linha dupla. A gordura passará, mas a proteína láctea não.

Experimente o Ghee Grassfed da Puravida e veja o que acha. Fica delicioso nesta receita de curry verde:

 

Curry verde tailandês Bulletproof

Para 2 a 4 pessoas

Pasta de curry:

  • 3-8 pimentas tailandesas frescas, talos removidos (se usar 3, ficará com picância suave; 8 ficará apimentadíssimo)
  • 1 caule de erva-limão (só a parte branca)
  • 4 dentes de alho
  • lascas de gengibre fresco, descascado
  • suco de um limão
  • um punhado de folhas de manjericão
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de sopa de óleo de coco

Base:

  • 2 colheres de sopa de Ghee
  • 1 cebola picada (opcional; não use se for sensível a ela)
  • 1 vidro de leite de coco gordo (livre de goma guar, se achar)
  • ½ copo de caldo de legumes
  • Sal rosa do Himalaia ou sal marinho, a gosto

 

Peixe:

  • 230 g de peixe em cubos. Vegetariano? Use grão de bico pré cozido.

 

Vegetais (opcional):

  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Cenoura

 

Instruções:

  1. Coloque todos os ingredientes da pasta de curry, exceto o suco de limão, em um processador de alimentos ou liquidificador, e bata até ganhar consistê
  2. Derreta 1 colher de sopa de ghee em uma caç Acrescente o peixe ou o grão de bico e cozinhe ligeiramente. Remova e reserve.
  3. Acrescente a pasta de curry e o ghee restante à caç Cozinhe em fogo médio por 2-3 minutos.
  4. Acrescente a cebola (opcional) e cozinhe por 5-10 minutos.
  5. Acrescente metade do leite de coco. Cozinhe em fogo brando destampado por 10 minutos. O curry deve começar a engrossar.
  6. Acrescente o coco de leite restante, o caldo de galinha, os vegetais e a carne. Cozinhe em fogo brando por mais 3-4 minutos. Sal a gosto. Acrescente o suco de limão ao final do cozimento.

 

Sirva o curry por cima do arroz branco para um dia de dieta com mais carboidrato, ou em menos quantidade para um dia de dieta com pouco carboidrato. Experimente acrescentar duas ou três vagens de cardamomo recém-partidas ao arroz antes de levar ao fogo. Isso dará ao arroz um sabor sutil – e as vagens de cardamomo subirão ao final do cozimento, de modo que você poderá retirá-las com uma concha

Você pode obter o Ghee Grasfed da Puravida AQUI. Agradecemos a leitura e tenham uma boa semana!

 

bulletproof-05

Referência

  1. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3099420

15 replies on “Ghee versus Manteiga: Qual é o Melhor?

  • IDELI BOFFA

    Flávio, bom dia!
    Adoro seus produtos e queria muito fazer meu próprio Ghee, por isso gostaria de sugerir a venda também de manteiga orgânica na loja Puravida. Aqui onde moro não encontrei em nenhum lugar… já revirei os supermercados, lojinhas de produtos naturais e nem na Zona Cerealista encontrei… é uma frustração!
    Infelizmente, não dá pra sair daqui da cidade e ir pelo interior afora perguntando quem produz manteiga de vaca que come capim. Claro, se eu já morasse no interior seria diferente, dava pra fazer isso.
    Enfim, fica a sugestão. Se for possível, ótimo!
    Pergunta: o que é e onde encontro essa tal de erva-limão?

    Grande abraço

    Responder
    • Débora

      Olá. Pelo que vc falou acredito que vc more em SP como eu.
      Vc pode encontrar a manteiga orgânica na feira de orgânicos do Ibirapuera que tem no sábado na rua Curitiba, 292. Tem tb na feira de orgânicos do pq da água branca e ainda existem vários sites que entregam em casa.

      Responder
  • Diego Schumacher

    Primeiramente, parabéns pelo seu trabalho. Sempre leio seus artigos e sempre consigo absorver muita coisa boa. Pratico o jejum intermitente e minha dúvida é se em vez de ghee eu usar a manteiga, isso quebra o jejum? O efeito é o mesmo? Grato pelos ensinamentos.

    Responder
  • Izabella

    Quero muito experimentar a ghee pura vida. Asorei i artigo e as receitas. O café eu fiz e amei.
    Gratidão por todo o conhecimento que você nos tem dado

    Responder
  • Maria Rita

    Boa tarde Flávio! Parabéns por esse lindo trabalho! Sempre tomo o bulletproof coffee e gosto muito do foco q me dá mas experimentei c o Gege e não senti o mesmo efeito, tem tanta diferença assim? Desde já agradeço a sua atenção. Abraço

    Responder
  • Francisca Martinho

    Olá! Adoro as suas dicas. Infelizmente no meu País (Luanda/Angola) não dispõe de alguns ingredientes que menciona. Estou amplamente maravilhada. Obrigada pelas dicas

    Responder
  • Joana

    Olá Flavio, gostaria de fazer Ghee em casa mas como vou saber que manteiga é grassfed para usar como base? Tem alguma marca de supermercado que seja? Obrigada

    Responder
  • Tainá Ferreira

    Bom dia Flávio.
    Gostaria de parabeniza-lo por tanto conhecimento benéfico. Creio que tem ajudado a mim e a muitos a melhorar os hábitos alimentares. Mas sabemos que manter uma dieta saudável não é nada fácil neste mundo de industrializados. Além disso, alimentos orgânicos, e realmente saudáveis, estão cada vez mais difíceis de se encontrar, e quando encontramos, os preços são exorbitantes. Isso é uma realidade, principalmente nas baixadas.
    Essa mudança de hábitos alimentares, são necessárias, mas não está acessível a todos. Existem alimentos que podemos cultivar, mas outros precisam passar por processos que em casa, não dá pra fazer. Precisamos obtê-los finalizados e prontos para consumo. Os encontramos apenas nas prateleiras, lojas físicas ou virtuais. Financeiramente falando, a maioria dos produtos naturais, orgânicos, e 100% (ou quase isso) puros, estão inacessíveis ao bolso da maioria dos brasileiros. Nestas circunstâncias, acabamos aceitando (com algum critério) muitas vezes o que nos empurram, por que é o que cabe no bolso.

    Responder
  • Michelle

    Olá, Flavio,
    eu queria perguntar na verdade sobre o bulletproof coffee. Eu não consigo tomar café, só de sentir o cheiro me anjoa. Então queria saber se tem alguma receita de bolletproof pro café da manhã, mas em vez do café, chá ou outra coisa.
    Obrigada desde já!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *